sábado, maio 01, 2010

Indecifrável

Não tentem desvendar
E decifrar
Os segredos que habitam no
Interior do meu ser...

Não existem
Fórmulas ou teoremas capazes
De decifrar
Aquilo que é indecifrável...

Sou como a esfinge que sobrevive
Através dos tempos
Com seu hermetismo...

Podem até depredar-me
Para tentar decifrar-me,
Mas atingirão apenas minha casca,
Minha matéria
Que serve de mansão pra
Minh’Alma,
Esta é imortal e indecifrável,
Só pode ser sentida...

Jamais rasgarão o véu que
Encobre os segredos que nela
Habitam e mesmo após a
Morte da matéria e ela ser coberta
Pelo pó ou a areia do deserto
Que a constituiu, minha Alma
Continuará intacta na história...

Só Deus tem as chaves
Que podem desvendar
Estes segredos!

Elias Akhenaton
"Eterno aprendiz, um peregrino da Vida"

Um comentário:

  1. Amigo, os seus poemas são sempre divinais e o seu cantinho é um lugar mágico e encantado.
    Deixei um presentinho para si, lá no meu cantinho. Espero que goste.

    Bjs do tamanho do infinito
    Maria

    ResponderExcluir