segunda-feira, maio 17, 2010

Solitude

De vez em quando,
Necessitamos fugir
Um pouco da azáfama diária
E nos isolarmos desta
Vida estressante,
De preferência ficarmos
Em contato com a Mãe natureza...
.
Porque é no silencio e
Quietude da Alma,
Nosso templo interior,
Que podemos sentir
O pulsar do coração,
Ouvir os sons que
Vem das matas,
Como o canto dos
Passarinhos
Ou simplesmente ficar
Ouvindo as águas do mar
Batendo nas pedras Suavemente...
.
Assim, nesta serenidade
Podemos até receber
Algumas revelações dos
Mistérios que envolvem
Nossa existência,
Compreendendo melhor
O sentido da nossa
Peregrinação terrena...
.
Nestas circunstâncias,
Nesta solitude,
Recuperamos
Também nossa energia,
Fazendo
Florescer com todo seu
Encanto e beleza a
Flor mística da Alma.
.
Elias Akhenaton
“Eterno aprendiz, um peregrino da Vida”

4 comentários:

  1. Olá querido amigo, então como sabe estou morando no Japão, trabalhando e estudando o idioma, estou sem tempo de visitar meus amigos, mas sempre em minha folga que é hoje e amanhã, corro dar meu carinho ao meu amigos, e aki estou, como sempre seus poemas são um delirio, ao qual nos transportamos a um mundo lindo. Eu quero tbém agradecer pelo selo, pelo seu carinho, em lembrar de mim, vc esta em meu coração como escritor como poeta, e um blogueiro de primeira categoria, eu só tenho folga de 2 dias a cada 15 dias, por isso minha demora de vir aki te ler, e sonhar, hoje aqui estou e levo seu afeto e deixo meu sorriso meu carinho.
    Hana

    ResponderExcluir
  2. Aiiii amigo desculpa, meu comentário acabou saindo com o blog do meu marido,por isso o nome Jiusom, mas sou eu viu, quem deixou o comentário.rsssss, desculpa,
    com carinho
    Hana

    ResponderExcluir
  3. Querido amigo, é sempre um prazer enorme vir até ao seu cantinho mágico.

    A natureza é a nossa principal fonte de energia, ela nos abraça e acolhe com os seus sons, cor e tranquilidade. É como se ela falasse silenciosamente connosco, só é pena que os homens não estejam dispostos a ouvir.

    "É triste pensar que a natureza fala e que o género humano não a ouve." Victor Hugo

    bjs do tamanho do infinito
    Maria

    ResponderExcluir
  4. Realmente é no silencio e quietude da nossa alma que encontramos o real significado das coisas, as respostas a muitas de nossas duvidas,e quando vemos tambem nossos eeros e aceertos em nossas escolhas...

    ResponderExcluir