domingo, outubro 31, 2010

Teu corpo - Soneto





Beijo teus lábios sedentos com fervor,
Com todo o desejo que há em mim
E com o espírito de menino que enfim
Saboreia à deliciosa seiva do amor.


Vou desnudando teu corpo por inteiro,
Descobrindo teu mais íntimo segredo,
Em tua silhueta faço meu samba- enredo,
Transformo em avenida, único roteiro.
.
Passeio em tuas esquinas com prazer,
Sentindo os teus poros em explosão
Arrepiarem, te fazendo enlouquecer.
.
Enlouquecer na chama rubra da paixão
Mas também no amor que me faz viver
Fazendo do teu corpo minha inspiração.

.

--**--Elias Akhenaton--**--


3 comentários:

  1. vou levar, é muito lindo!
    beijinho, Isa

    ResponderExcluir
  2. Amigo, lindissimo poema, como sempre.
    Tenha um Domingo maravilhoso
    Beijinhos
    Maria

    ResponderExcluir
  3. Este aprendiz, onde andará? saudades meu amigo de longa data.Seu soneto uma maravilha, arrepia a pele e faz bem a alma. Quanto amor a transbordar neste coração.
    com carinho
    Hana

    ResponderExcluir