segunda-feira, abril 25, 2011

A leveza do ser





















A leveza do ser consiste em deixar fluir as emoções, falo todas, as tristezas; imagine um rio de água corrente, jogue-as na água e deixe que a correnteza as leve para bem longe. Podes também compartilhar com um amigo, com um parente, eles poderão ajudá-lo com uma palavra de conforto que aliviarão o teu sofrimento e, assim, possas transmutar mentalmente e pessoalmente teus sentimentos, afinal os verdadeiros amigos são aqueles que compartilham de todos os momentos de nossa vida, não apenas o doce mel, mas, sobretudo, o amargo do fel que às vezes experimentamos em nossa caminhada terrena.

Às alegrias, o amor, a luz, o otimismo; inspire-os no ar, a fim que possamos ser contagiados, pois esses nobres sentimentos trazem paz para o nosso coração, para nossa alma.

Bem sei que às vezes nos sentimos enfraquecidos, infelizmente - o cristal que existe em nosso coração perdeu o seu brilho, seu viço e seu encanto coberto pelas cinzas do tempo e pelo pó da longa estrada da vida, contudo, só cabe a nós mesmos mantermos o brilho deste cristal, compartilhando, sempre, às nossas emoções, mantendo, assim, o cristal limpo de todas as impurezas do caminho e desta forma seu brilho vai nos iluminar, fazendo com que possamos admirar a beleza das flores, sentir o seu perfume, o nascer do sol e toda magia da natureza, da vida.

A leveza do ser consiste em ser feliz, ter fé no Deus do nosso coração, geralmente falo “O Deus do teu coração” em respeito ao credo e religião de cada um, mas principalmente que possamos distribuir amor, esse nobre sentimento que quando verdadeiro funciona como imã, atraindo outros nobres sentimentos. Que as irmãs gêmeas; esperança e perseverança sejam constantes em nossos corações, só pelo fato de estarmos aqui, nós fazem Campeões!

Deixo um poema de minha autoria, intitulado “Celebre a vida” já postado aqui no meu blog.

Que tenhamos uma semana abençoada envolta de Luz, Paz e Amor!

-*--Elias Akhenaton-*--




Celebre a vida!


Deixe fluir todo o mau sentimento,
Segredado nas fendas do coração,
Libere às energias, toda emoção
Que traz o negativo pensamento.

Alivie as angústias do teu sofrimento,
Às tristezas, liberte-se da solidão,
Faça uma prece a Deus, uma oração,
Ele lhe dará o que precisas; o alento.

E no alento, o puro bálsamo do amor.
Portanto, alegre-se, celebre a vida,
Dê Aleluia aos céus, és um vencedor.

Mantenha as chamas da fé aquecidas
Que fluirá de ti um cântico de louvor
E nele as boas vibrações vertidas.

-**-Elias Akhenaton-**-
“Um peregrino da vida, pescador de emoções.”

2 comentários:

  1. Boa noite peregrino... linda poesia...
    bom para refletir.

    Beijos

    ResponderExcluir
  2. Muito bela sua mensagem e seu poema, parabéns poeta.Ótima semana pra você.

    ResponderExcluir