sábado, outubro 29, 2011

Brisa perfumada



No raio da estrela d’alva matutina,
Uma brisa fina perfumada adentra
A janela afagando suavemente
Meu rosto...
É o doce perfume das flores
Que exala da coroa da
Bela princesa primavera.”

-**-Elias Akhenaton-**-

Um comentário:

  1. Lindissimo poema.
    Não tenho conseguido colocar comentários no seu blog, vamos ver se hoje dá.
    Bom domingo e uma excelente semana.
    Beijinhos
    MAria

    ResponderExcluir