quarta-feira, novembro 02, 2011

Flor de flamboyant



Hoje acordei com
Um cheiro de doce poesia
Impregnando meu pensamento...
Brisa delicada da manhã...
Flor de flamboyant.
Acácia rubra aflorando um
Sentimento de paz em minh’alma
E que seja eterno,
Não apenas uma inspiração
Ou uma mera ilusão...
Que esta essência se faça presente
Em meu ser em todas as manhãs,
Perpetuando-se durante todo dia...
Por toda vida...
Essa brisa suave...
De Flor de flamboyant.”

-**-Elias Akhenaton-**-



Um comentário:

  1. A beleza da flor do flamboyant associada ao encanto da poesia, simplesmente maravilhoso.
    Bom fim de semana
    Beijinhos
    Maria

    ResponderExcluir