segunda-feira, julho 18, 2011

Outrora...


Outrora...
Sentia teus beijos
Envolvidos de desejos
E o calor do teu corpo
Juntinho ao meu...
Como pulsavam os corações
Em plena sedução...
Pena não ser amor,
Foi apenas paixão
Que passou!
Será?
Porque estou eu agora
A recordar?
É porque paixão
Também marca
O coração!”

-**-Elias Akhenaton-**-

sábado, julho 16, 2011

Como um Pássaro


Nasci para ser livre
Como um pássaro peregrino.
Sou beija-flor
E ao mesmo tempo condor.

Viajo pelo mundo sem direção,
Sem rotas, limites e fronteiras,
Levando emoções,
Sentidas no coração.

Podem me encontrar num
Belo jardim
Namorando uma rubra flor
Saboreando a seiva do amor.

Mas também podem me encontrar
Cruzando as altas cordilheiras,
Transmutando as incertezas,
Vencendo minhas barreiras.

Em qualquer lugar, seja onde eu for,
Sou sensível como um beija-flor
E perseverante como o místico condor.
Pássaro sou.

-**-Elias Akhenaton-**-

O dom de amar


Você é tudo p’ra mim,
Aquela que me faz viver,
Que me faz sentir
O dom de amar.


Uma estrela cintilante
Que tem o dom
De iluminar,
Como o sol,
E o seu lindo arrebol...
Aonde quer que eu vá
Estará despertando em mim
O dom de amar.


Hoje a flor de minh’alma
Chama-se amor,
Um amor imenso
Que sinto por ti
Que me fez sentir
O dom de amar.


Quero contigo viver,
Quero contigo morar,
Compartilhar...
Dormir e acordar
Ao teu lado
Que despertou em mim
O dom de amar.


-**--Elias Akhenaton-**-