quinta-feira, janeiro 05, 2012

Trovas esparsas 2


IV - O amor não é quimera

O amor não é uma quimera,
Deve-se sentir no coração,
Não apenas na primavera,
Mas em todas as estações.

-**-Elias Akhenaton-**-

V - Doce desejo

Dentro do meu coração
Tenho muito p’ra de dar...
Afeto, carinho e atenção,
Doce desejo de te amar.

-**-Elias Akhenaton-*

VI - A emoção da poesia

A poesia é concebida
Na nascente do coração.
Não dar p’ra ser medida
À correnteza da emoção.

-**-Elias Akhenaton-**-

VII - Menino beija-flor

Sou beija-flor peregrino
Com o peito cheio de amor;
Um passarinho menino
Namorando sua bela flor.

-**-Elias Akhenaton-*

VIII - Deus nossa proteção

Na estrada da vida
Anda-se com esperança;
Deus Pai é nossa guarida,
Desde o tempo de criança.

-**-Elias Akhenaton-**-

IX - A beleza do poeta

No coração do poeta
Revela-se a pureza;
Do peito para a caneta,
Verdades de sua beleza.

-**-Elias Akhenaton-**-

X – O Poeta e a Amizade

O poeta tem amor profundo,
No peito a flor da amizade,
Exala seu aroma fecundo,
Com doce simplicidade.

-**-Elias Akhenaton-**-




2 comentários:

  1. Meu amigo poeta que trovas maravilhosas!
    Tenha um Ano pleno de poesia, amor e paz.
    Beijinhos
    Maria

    ResponderExcluir
  2. Faça alguma coisa que gostaria muito de fazer
    e por qualquer motivo não o fez,
    arrisque, não tenha medo, sejas feliz."

    Te desejo um Ótimo Domingo,
    e uma semana abençoada! M@ria

    ResponderExcluir