quinta-feira, agosto 09, 2012

Flor de Flamboyant


Hoje acordei com
Um cheiro de doce poesia
Impregnando meu pensamento...
Brisa delicada da manhã...
Flor de flamboyant.
Acácia rubra aflorando um
Sentimento de paz em minh’alma
E que seja eterno,
Não apenas uma inspiração
Ou uma mera ilusão...
Que esta essência se faça presente
Em meu ser em todas às manhãs,
Perpetuando-se durante todo dia...
Por toda vida...
Esta brisa suave,
De flor de flamboyant.”

-**-Elias Akhenaton-**-



20 comentários:

  1. Olá Elias, bom dia!
    Sua doce poesia,trouxe até mim o aroma das manhãs, invadiu o meu coração com a leveza das suas palavras e alegrou-me.
    Um prazer ler-te.
    Beijos doces.

    ResponderExcluir
  2. Suave como a flor.
    Um grande bj

    ResponderExcluir
  3. Una fragancia embragadora, bellísmas letras mi querido Elías.
    Te dejo un fuerte abrazo, bonito jueves.

    ResponderExcluir
  4. Olá! Vim agradecer sua amável visita e fiquei lendo e relendo essa doce e suave poesia, voltarei para ver as demais.
    Um abraço fraterno e muita paz.

    ResponderExcluir
  5. Passando para desejar uma ótima sexta!

    Beijo! ^^

    ResponderExcluir
  6. Olá Elias!
    Vim agradecer sua visita em meu blog e também fiquei por aqui. Adoro poesias e as suas são lindas, amei, bjs, Ieda.

    ResponderExcluir
  7. Doce flor de acácia que bordava as ruas da minha cidade,lá no outro lado do mundo...Haverá flor mais bonita? Merece bem este poema lindo, como ela.
    Beijo
    e bom fds
    Graça

    ResponderExcluir
  8. Elias, nada melhor do que o doce cheiro da vida.
    Estou lhe deixando um convite
    CONVITE
    Passei por aqui, para lê o seu blogue.
    Admirável. Harmonioso. Eu também estou montando um. Não tem as Cores e as Nuances do Vosso. Mas, confesso que é uma página, assim, meia que eclética. Hum... bem simples, quase Simplória. E outra vez lhe afirmo. Uma página autentica e independente. Estou lhe convidando a Visitar-me, e se possível Seguirmos juntos por Eles. Certamente estarei lá esperando por você, com o meu chapeuzinho em mãos ou na cabeça.
    Insisto que vá Visitar-me, afinal, o que vale são os elos dos sorrisos.

    www.josemariacosta.com

    ResponderExcluir
  9. Elias, retornei, não com os aromas dos flamboyant, com muito mais, para afirmar que estou seguindo o seu blogue. Uma retribuição ou gentileza, como queira. Ou como propus.
    Felicitações, amaranhenssadas.

    ResponderExcluir
  10. Um poema tão belo, quanto a flor do flamboyant.
    Bom fim de semana
    beijinhos
    Maria

    ResponderExcluir
  11. Que poesia linda: leve, profunda, doce.Parabéns!
    Ah, e feliz Dia dos Pais. Abraços!

    ResponderExcluir
  12. Oi Elias. O poema é tão belo como a flor do Flamboyan. Passei para te desejar um Feliz dia dos pais. Que o seu domingo seja repleto de amor e carinho. Beijinhos com ternura.
    Gracita

    ResponderExcluir
  13. Delícia de poema!

    Feliz Dia dos Pais!Abração.

    ResponderExcluir
  14. As coisas estão indo devagar! Acho que o tédio está querendo me pegar! rs! E você, como está?

    Ótima segunda pra você, Elias!

    Beijo! ^^

    ResponderExcluir
  15. Amigo do meu coração!!

    Cada vez que por aqui passo teu cantinho está todo digamos, redecorado. Sempre primando pelo bom e inspirado gosto.
    Bjinhos
    Saudade...

    ResponderExcluir
  16. Boa noite Elias passei para ler adorei seu blog
    um abraço Claudio Schmitt

    ResponderExcluir
  17. Buenas noches Elias, muchas gracias por quedarte a mi lado,
    Escribes bellos versos, suaves como la brisa.
    Con ternura
    Sor.Cecilia
    Dónde me encontrarte?

    ResponderExcluir
  18. Parabéns pelo belo poema. Feliz semana poeta.

    ResponderExcluir