quinta-feira, setembro 27, 2012

Sorriso de uma Criança



Como é meigo o sorriso de uma criança,
Singelo, igual ao de um anjo querubim.
Luz de Deus numa eterna esperança
Num mundo de paz, belo como jardim.

O sorriso de uma criança é verdadeiro,
Puro e cheio de ternura como uma flor,
Presente divino, é inocente por inteiro
Transmitindo sentimentos de amor.

Sentimentos de amor vindos do coração,
Irradiando paz para o nosso bem viver,
Despertando-nos plena contemplação
Porque é a face de Deus a nos bendizer.

O sorriso de uma criança vem da Alma
Por isso nos emociona com sua confiança
Sensibilidade e docilidade, nos acalma.
Como é cristalino o sorriso de uma criança!


-**-Elias Akhenaton-**-
Publicado no site: O Melhor da Web em 09/09/2009
Código do Texto: 39087

Em homenagem ao Dia das Crianças!
Dia 12/10/2012 (sexta-feira).


sábado, setembro 22, 2012

Chegou a Primavera!



E a primavera chegou
Com sua colorida estação...
Chegou para renovar
Às esperanças em nossos corações...

Chegou para perfumar o ar
Com suas flores delicadas, suaves,
Que nos inspiram sentimentos
De Paz, Amor e Alegria...
Como uma doce poesia.

Graças ao pai criador
Que na mãe natureza
Concebeu angelical, meiga...
Uma princesa de tão rara beleza.

Chegou à primavera, divinal!
Divinal como uma revoada
E o encanto do canto dos passarinhos
Que nas copas das árvores e jardins floridos
Constroem os seus ninhos,
Entoando felizes às mais lindas melodias...

Divinal como uma gota prateada
De orvalho, caindo levemente,
Escorrendo mansamente
Na rubra flor, na mística madrugada.

Chegou à primavera!
Estação de pura sensibilidade...
Ciclo de renascimento.
Momento de regar, cuidar
Do jardim que habita n’alma
E assim deixar brotar
Novos, nobres pensamentos,
Deixando fluir do peito,
A paz e o amor.

Primavera! Uma contemplação.
Sagrada fonte sublime
E inesgotável de inspiração...
Para o poeta sua (e) terna canção.

-**-Elias Akhenaton-**-



sábado, setembro 01, 2012

Ser Poeta...



Ser poeta é sentir um aroma
De flor a enlevar os sentimentos.
É sentir um halo de luz a iluminar
Os seus pensamentos...

É meditar e transcender ao cosmo
Infinito, buscando a inspiração
Para os belos versos de um poema,
Tecendo emoções sentidas no coração...

É falar da alegria e do pranto...
Do desespero e da esperança...
Do desencanto e acalanto...
Do amor e temperança...

É sentir no peito amor profundo,
Mantendo brotada a flor da amizade,
Semeando ternura pelo mundo,
Na mais plena e pura simplicidade...

Ser poeta é amar a natureza,
Criação divina de primeira grandeza,
Ouvir o encanto do canto do rouxinol,
Vindo do rubro arrebol...

Ser poeta é ser tocado pela música suave
A embalar seus sonhos em noite de luar,
É sentir o espírito leve no ar
Como as espumas no mar...

Ser poeta é, sobretudo, acreditar
Na luz divina que ilumina o seu caminho,
Na ponta da pena a abençoar
Sua sensível alma de passarinho. 

-**-Elias Akhenaton-**-