quarta-feira, junho 05, 2013

Beija flor cigano




No girar constante da roda da vida,
Vou contemplando, belos horizontes.
No céu azul da manhã, cena preferida:
O belo nascer do sol entre os montes.


Voo nas asas da excelsa liberdade,
Sou filho do vento, da terra, do mar.
Em qualquer paragem, tem felicidade,
Inda mais com noites, festeiras ao luar...

E ela está estrelada, reluz o clarão.
Ao som de violinos, danço uma melodia,
Com a Flor de Lis. Gitana do coração...

D'um peregrino beija-flor cigano,
Qu' carrega no peito, amor e alegria,
Voando no vasto céu – em todo oceano.

-**-Elias Akhenaton-**-
"Um peregrino da vida, pescador de emoções." 

http://www.luso-poemas.net/modules/news/article.php?storyid=248874 


terça-feira, junho 04, 2013

Teu Jeito de Ser
















Inspira-me teu jeito de ser, assim,
Decotada, com ar de liberdade.
Poros exalando sensualidade,
Posando, se insinuando p’ra mim.

Verdadeira deusa grega do amor,
Revelando seu charme de sedução,
Atiçando em meu peito, minha paixão.
Afrodite, teu brilho, é um esplendor.

Tua explicitude de ser, semblante
Inocente, ao mesmo tempo madura,
Seduz-me de forma alucinante.

Enfim, és bela, de corpo estonteante.
De quero em minha doce loucura,
Para te amar... Á todo instante!

-**-Elias Akhenaton-**-

Um peregrino da vida, pescador de emoções."

Teu Cheiro
















O doce cheiro da tua pele me seduz,
Impregnado na deliciosa perfeição
Do teu belo corpo, que me conduz
Aos teus carinhos numa louca atração.

Teu perfume me deixa em desatino
Despertando meu desejo, sem pudor.
Que faz de mim um maroto menino,
Alucinado com o teu aroma sedutor.

Aqui e alhures; na terra ou no mar,
Estás em meu peito e no pensamento:
Teu cheiro, o beijo, o modo de amar.

És à mulher, dona do meu sentimento,
É um prazer estar contigo, te desejar,
Eternizando no tempo, cada momento.
 
Elias Akhenaton
Um peregrino da vida, pescador de emoções.