sábado, fevereiro 25, 2012

Alquimia do Amor


















O amor é alquimia...
É o fogo que queima,
Transforma e labora
No cadinho do coração,
Transmutando-o num coração
Sensível, terno, como uma
Doce poesia ou uma flor
Delicada em seu lindo jardim.
Este é o verdadeiro elixir
Da longa vida e o ouro que
Brilha no coração de quem ama.
Contudo, há de ser praticado
Todos os dias, caso contrário,
Perder-se-á a nobreza
E o encanto desta
Alquímica magia.

-**-Elias Akhenaton-**-
"Um peregrino da vida, pescador de emoções."


quinta-feira, fevereiro 23, 2012

Como um pássaro





















Nasci para ser livre
Como um pássaro peregrino.
Sou beija-flor
E ao mesmo tempo condor.

Viajo pelo mundo sem direção,
Sem rotas, limites e fronteiras,
Levando emoções,
Sentidas no coração.

Podem me encontrar num
Belo jardim namorando

Uma rubra flor,
Saboreando a seiva do amor.

Mas também podem me encontrar
Cruzando as altas cordilheiras,
Transmutando as incertezas,
Vencendo minhas barreiras.

Em qualquer lugar, seja onde eu for,
Sou sensível como um beija-flor
E perseverante como o místico condor.
Pássaro sou.

-**-Elias Akhenaton-**-


terça-feira, fevereiro 21, 2012

Alma de poeta - acróstico





















A lma sensível, possui a dosagem,
L eveza para expor os sentimentos,
M uitas inspiradoras mensagens,
A través dos seus pensamentos.

D espe-se de todas suas emoções
E ncontradas no fundo do coração.

P oeta, gosta de compartilhar.
O importante é libertar-se, amar
E de todas as formas declamar
T extos que mostram suas elegias,
A mores e alegrias, ode à poesia.

-**-Elias Akhenaton-**-




segunda-feira, fevereiro 20, 2012

Expressões d'alma > Auto-retrato




















Nos versos que brotam do peito
Que deixo fluir neste instante,
Retratam com sinceridade
Todas as minhas emoções.

Não estranhem meu jeito de poetar,
Dos sentimentos que me ponho a falar,
Da diversidade dos temas,
Da poesia, do poema,
São expressões d’alma,
Exteriorizadas no ar.

Às vezes com toque de suavidade,
Delicadeza e o perfume das flores,
Palavras de amor,
De paixão, sedução.

Em outras, palavras de conforto
E esperança que encorajam a caminhada
De um eterno aprendiz na sublime
E sagrada jornada.

Mas como ser humano tenho
Minhas fraquezas e imperfeições.
Quem não as tem?

Em alguns momentos brotam tristezas,
Versos que sangram o coração.
São relatos de noites mal dormidas
Onde somente escuto os uivos dos chacais,
Trovões e temporais
Que se fundem com meus ais.

Mas eis que surge a luz
Em toda sua beleza e força.
Um novo dia resplandece
E floresce noutro sentimento,
Eis o momento da transmutação,
É chegada a hora da alquimia,
Tracejar outros versos de uma
Nova e eterna poesia.

-**-Elias Akhenaton-**-